Zets Run Team: Agosto 2015

segunda-feira, 10 de agosto de 2015

ATHENAS 16K

Já o exercício não tem efeito colateral, aumenta autoestima, relaxa e ainda dá endorfina, pena que é o ultimo a ser lembrado já que precisa ter disciplina e rotina pois o prazer não é tão imediato como uma mordida de um Kit Kat.

Toca o telefone e é a minha irmã me chamando para participar de uma prova de 16k.Fiquei meio apavorada, mas como eu não queria de jeito nenhum desmotiva-la, falei logico, vamos mas com  medo de não conseguir ou me machucar.
Mas não podia naquele momento de euforia e motivação em que ela estava, soltar um: você esta louca? ou um vamos ferrar o joelho.. o algo do tipo...

Chegou o grande dia, e como era  uma prova de 16k, eu estava um pouco tensa, e diferente das outras provas, dessa vez concentrei a minha energia em executar a prova até o final, sem me preocupar com pace ou tempo.

Já participei de varias provas, mas essa foi a primeira que peguei muito transito para chegar.
E realmente estava lotada, tão lotada que no inicio, mesmo se quisesse correr mais rápido, era meio impossível por estar tão cheio.

Acabamos chegando encima da hora e comecei a prova com vontade de ir ao banheiro, que acabou me atrapalhando pois tive que parar no primeiro posto de hidratação / banheiro químico que acabou me fazendo perder uns 4 minutos.

O  cheiro em varias partes do percurso era bem desagradável devido ao Rio Pinheiros.
Isso realmente incomodou bastante, já que sou bastante ligada a aromaterapia, e além do mais o cheiro era bem forte de esgoto.
Mas o clima estava bem agradável e o percurso era tranquilo, a Marginal Pinheiros em uma reta só, sem muita curva e nada de subida ou descida, próprio para os primeiros 16k.

A música sem duvida nenhuma é um combustível poderoso, e foi nela que me apeguei forte para continuar a correr não só com o corpo mas também com a alma.

Completei a prova em 1h 59m.
Longe de ser o meu melhor tempo, pelo contrario, até me  poupei um pouco e foi fortalecedor e desafiador saber que eu consigo.

Já usei como válvula de escape para muitas coisas a comida, doces, cigarros, antidepressivos, mas nenhum efeito é reparador e benéfico como o exercicio.Muito dos citados tem efeito colateral, peso na consciência (rs) e faz mal.

Já o exercício não tem efeito colateral, aumenta autoestima, relaxa e ainda dá endorfina, pena que é o ultimo a ser lembrado já que precisa ter disciplina e rotina pois o prazer não é tão imediato como uma mordida de um Kit Kat.

Eu sempre gostei de fazer ginastica/academia, mas me encontrei na corrida, deve ser a tal da endorfina rs.Resta cada um se encontrar no exercício que realmente ama e se dedicar.

Correr é uma liberdade, de espirito e pensamento. Ao mesmo tempo que pensamos em tudo pensamos em nada e assim os km vão passando e o que fica é o esforço a superação,  e o amor pelo esporte.

E a musica que me inspirou na largada foi "Fly Me The Moon"- Frank Sinatra