Zets Run Team: Circuito das Praias 2013 - Etapa 1 - Peruíbe

sexta-feira, 1 de março de 2013

Circuito das Praias 2013 - Etapa 1 - Peruíbe


Capacitação, imprudência, negligência e comprometimento. 
Fundamentos para a organização social.

Desde de domingo estou pensando em como juntar todos estes substantivos em um post de corrida!

Iniciarei pela morfologia das palavras:
Capacitação: Ato ou efeito de capacitar(-se), tornar capaz, tornar habilitado; habilitação, aptidão.
Imprudência: Falta de virtude que faz prever e procura evitar as inconveniências e os perigos; cautela, precaução.
Negligência: Falta de cuidado, de aplicação, de exatidão, de interesse, de atenção; descuido, incúria, displicência, desatenção, desleixo, desmazelo, preguiça.
Comprometimento: Ato de arcar com um compromisso feito a alguém, se utilizando de regras propostas a fim de se alcançar a exatidão do ato ou ação.
Organização social: é o conjunto de relações entre membros de um grupo, entre grupos ou entre pessoas e grupos.

Desde nossa última corrida, há praticamente um mês atrás, decidimos colocar esta prova em nosso calendário. 

Já tínhamos corrido a prova no ano anterior. Por ser uma corrida na praia, na cidade onde morei, onde na prática moro e corro quase todos os fins de semana, apoiei como uma boa prova para nossa agenda. Quem sabe este ano completemos o circuito das praias inteiro e não apenas em Peruíbe?!?

O Kaká foi o primeiro a se inscrever. Na última prova ele demorou para se inscrever e foi na pipoca, isto é: sem o direito de ganhar a medalha de finisher! Acredito que o espírito Mutley o atacou. Quem não se lembra, Mutley era aquele vira-lata que na "Esquadrilha Abutre", ao lado de Dick Vigarista, ostentava as medalhas para pegar o "pombo". 

No mesmo dia me inscrevi, o Richard e a Milena estavam de férias e se inscreveram assim que retornaram.

Fomos para Peruíbe na sexta. Viagem estressante devido a tragédia ocorrida em Cubatão, a 56 quilômetros de São Paulo, onde uma forte tempestade deixou mais de 230 desabrigados. A Lucia, que ministra aula na Universidade UNAERP, após 5 horas de trânsito, teve que permanecer no Guarujá até sábado devido ao caos.

No sábado a tarde chegaram o Kaká e a Mara. Eu, a Lucia, o Richard e a Milena já estávamos em Peruíbe na casa de meus pais, juntamente com a família inteira. Coincidentemente foi aniversário do meu irmão que comemorou com churrasco no sábado.

Lá pelas 17h, meu sobrinho, enteado do meu irmão pediu: "Tio vamos andar de skate?". 

Eu, que adoro andar, aceitei e sequer pensei na semana anterior onde havia tomado um tombo que fiquei digamos "descadeirado". Até aí nenhum problema pois sempre soube que cair no skate é normal e é por isso que sempre estou com equipamentos de segurança, que diminui os traumas, porém não os eliminam. Dito e feito, logo no começo do passeio, fui manobrar e por não estar com o tênis adequado, torci o pé que na hora ficou super inchado. Para não frustrar o menino, andei mais uns 10 minutos e retornei para casa.

Chegando em casa comecei a fazer gelo, e a galera já ficou super preocupada, imaginando que minha corrida não fosse mais acontecer. Eu também cheguei a duvidar e pensei: "Poxa que irresponsabilidade, eu me comprometi com a equipe e vou ter que correr amanhã!".

Tínhamos como meta subir o pace do Bruno e da Milena para planejar a maratona de revezamento que pretendemos fazer em maio deste ano, mas para isso precisamos capacitar a todos. Não pude aceitar que uma imprudência ou até uma negligência minha estragasse a prova. Por isso fui tratar dos problemas agudos trazidos na lesão. Muito gelo, compressão e superação.

Acordamos às 7h, e por incrível que pareça meu tornozelo havia desinchado. Comemos e fomos para a prova. Pegamos o Kit e em poucos minutos a largada já havia sido dada. Nesta hora o sol já estava forte, cerca de 29ºC. Largamos em dois grupos: eu e o Kaká na frente, o Richard e a Milena em seguida.

Conforme planejado, mantivemos uma velocidade de 9 km/h enquanto o casal manteve 8,5 km/h.

O circuito foi de quatro pernas de 2,5 km (asfalto - praia - asfalto - praia). A primeira perna concluímos com tranquilidade. Hidratamos, e seguimos pela praia onde tinha uma brisa muito boa que amenizava a temperatura. Quando terminamos a segunda perna e entramos no asfalto fiquei preocupado, o "bafo quente" foi intenso, muito calor!!!

Ao passar pela chegada dos 5 km, peguei um carboidrato com a Lucia e seguimos em frente. 

Após dois minutos, a Milena concluiu e o Richard continuou. Primeiro objetivo atingido: a Milena conseguiu manter 8,5km/h de velocidade média.

No sétimo quilômetro, estávamos sentindo a temperatura. Perguntei ao Kaká como ele estava e ele respondeu, "De boa". Nesta hora o Richard já estava nos alcançando, ele teve que subir a velocidade e "tirar" os dois minutos que nos separava, isso deve ter sido bem difícil.

Agora faltava somente 2 km, hidratamos e continuamos até o fim da prova, e as meninas nos esperavam na chegada.

Diversas pessoas passaram mal, SAMU na chegada, mas conosco tudo bem. 

Prova finalizada e missão cumprida!!!

O Bruno (Kaká) nos surpreendeu, e nos deixou tranquilos em relação ao seu treinamento para a Maratona que temos como desafio. Agora precisamos treinar o Daniel, que correrá conosco amanhã na USP e semana que vem na Adidas Circuito das Estações 2013 - Pacaembu.

Também gostaria de aproveitar o assunto, e dizer que lamento profundamente pela morte do garoto boliviano por um sinalizador. Por negligência da polícia boliviana, que diz ter vistoriado os torcedores; negligência do clube San José, que deveria garantir a segurança do evento; pela Conmebol, que não proibiu fogos de artifícios dentro dos estádios e pela imprudência de um torcedor alvinegro ao usar um equipamento que deveria ser usado em alto mar. Espero que os administradores esportivos e nossos governantes tivessem o comprometimento de organizar e nos dar segurança em eventos esportivos. Assim como fez a Inglaterra após a tragédia do Estádio do Heysel que resultou na proibição das equipas britânicas participarem em competições europeias por um período de cinco anos.

Sem esquecer do incêndio na madrugada do dia 27 de janeiro, que deixou mais até o momento 240 mortos em Santa Maria (RS). Por pura imprudência e negligência dos organizadores.

Foi uma lição que deveríamos aprender, afinal de contas temos Copa do mundo e olimpíadas chegando no Brasil. PAZ NO ESPORTE!!!

Fotos:



Equipe de suporte: Lucia e Mara

Retirada do Kit

Largada


Chegada Milena

Richard 5 km


Mauro e Bruno 5 km

Chegada Mauro, Richard e Kaká 10 km


Medalha!!!


Mauro


Richard, Bruno e Mauro


Equipe voltando para casa
Runkeeper Milena

Runkeeper Richard


Runtastic Mauro



Nenhum comentário:

Postar um comentário