Zets Run Team: Março 2013

sábado, 30 de março de 2013

Comunicado Hero Cross 28/03

- Para os participantes do Estado do Rio de Janeiro que se deslocaram para Itu neste último fim de semana ofereceremos ônibus fretado dos principais pontos do estado, e também uma pernoite em um hotel a ser divulgado.

- Para os participantes de outros Estados estaremos entrando em contato diretamente para definir a melhor maneira de transporte.

Os participantes que não optarem pelo reembolso receberão um voucher gratuito para ser utilizado em qualquer outro evento Hero Cross, além da inscrição que já possuem para o evento de Itu.

- As datas para o evento de Itu serão 27 e 28 de Abril. Os participantes que desejarem participar no Domingo, dia 28 de Abril, terão as vagas garantidas na mesma bateria da inscrição original. Envie um email para voucher@herocross.com.br apenas confirmando a sua opção. Neste email devem constar seu nome completo e número de CPF.

- Os participantes que desejarem alterar sua largada para o Sábado, 27 de Abril, deverão enviar um email paravoucher@herocross.com.br indicando seu horário de largada desejado. Neste email devem constar seu nome completo e número de CPF.

- Os participantes que optarem pelo reembolso deverão enviar a solicitação de cancelamento da inscrição e seus dados bancários para reembolso@herocross.com.br. Este pedido de reembolso deve partir do mesmo endereço de email que foi utilizado no momento da inscrição.

- Todos os outros casos, enviar email para sac@herocross.com.br.

- Pedimos que os participantes manifestem sua escolha até Terça Feira próxima, 2 de Abril.

- Todas as confirmações de inscrição serão enviadas na próxima Quarta Feira, 3 de Abril.

® 2013 Hero Cross Obstacles Race

terça-feira, 26 de março de 2013

Treino 3.1

10' ML 6km/h
4km FO 12km/h
20' ML 5km/h

segunda-feira, 25 de março de 2013

Night Run 2013


                            
     Com o calendário de provas apertado a Zets Run Team mandou para rua neste último sábado, 23/03/13, o time titular formado por mim e pelo Dudu (Eduardo) para participar da prova Night Run 2013, os outros integrantes da equipe tinham um compromisso um pouco mais radical, literalmente, na Hero Cross, mas isto é assunto para outro texto.
       Para a prova Night Run o Dudu retirou o kit na sexta feira 22/03 na loja Decathlon Morumbi, o que foi motivo de reclamação nas redes sociais para muitos participantes do evento e até questionável a postura da organização, se a prova foi realizada no parque Anhembi porque a retirada do kit tinha que ser na loja Decathlon Morumbi, sendo que existe uma loja Decathlon Lar Center ao menos 1 km do local da prova? Enfim, existiu um motivo não revelado aos participantes.
       O Dudu me deu uma carona, mais uma vez, passando em casa às 19h20min, a largada estava prevista para as 20h30min, teoricamente estávamos dentro do horário, porém, todavia, entretanto, fomos surpreendidos novamente pelo fator “transito”, chegando em cima da hora por encontrar dificuldade ao estacionar, mas tal fator não foi nenhum problema, afinal já estávamos com tudo em mãos (chip, numeração, camisa Zets, fone de ouvido, barra de cereal etc.), faltando somente configurar o aplicativo RunKeeper.
       Com uma noite agradável (para o Dudu) e sem fazer nenhum tipo de alongamento nem aquecimento, saímos na parte final do “pelotão” principal, praticamente uns dos últimos, logo aos 8 minutos senti um desconforto no joelho direito, neste exato momento percebi que a prova não seria nada fácil, não pelo fato da distância, terreno, capacidade respiratória, diminuição de tempo etc., mas sim pela saúde, pois estava começando a ter os sintomas de um resfriado, motivado pelo exemplo de superação do Mauro fui administrando as dores no joelho que oscilava no decorrer do percurso, entendi que dependendo do pisada e da inclinação do terreno não doía, no primeiro posto de hidratação passamos batidos, lembrei da recomendação do nosso “treinador” Mauro “Atalla” Ribeiro para nos mantermos hidratados,  perguntei algumas vezes para o Dudu se estava com sede, e ele respondia que não, no segundo posto pegamos um copo d’água e tomamos um pouco, não dava para jogar o resto da água no Richard e nem na nossa cabeça, porque se para o Dudu o clima estava agravável para mim estava frio. Achamos a prova meio desorganizada, em nossa primeira volta passaram os batedores abrindo espaço para os profissionais, o percurso era relativamente estreito para a quantidade de participantes, fazendo um funil em alguns momentos de curvas. No meio da prova informei ao Dudu que estava com um pouco de frio e com dor no joelho, ele perguntou se eu queria parar e falei que se parasse não voltaríamos a correr, seguimos em frente assim mesmo. A prova toda ele puxou a fila sempre na minha frente, quando passamos o 9º km parecia que não ia ter fim, a galera passava gritando “vamos lá”, “tá chegando”, não paramos em nenhum momento, ao contrario, nos últimos 500 metros o Dudu queria acelerar, chegando ao ponto de me puxar nos últimos metros, enfim, conseguimos completar a prova em 01h03min.
        Percebi algumas vantagens e desvantagens de correr à noite, por exemplo, nesta prova estava um pouco frio com uma temperatura agradável, eu e o Dudu temos o relógio biológico parecido sendo mais ativos à noite, o que melhora o nosso rendimento. A desvantagem foi a visibilidade, com trechos com pouca iluminação, a ideia do headlamp foi boa, porém na prática correr durante uma hora com este dispositivo na testa não é uma boa, nós não utilizamos este equipamento. No final estávamos lá, comendo algumas frutas, tomando Gatorade e com algumas dores pelo corpo.
Pré Prova

Pós Prova

RunKeeper
            

sábado, 23 de março de 2013

Hero Cross Brasil

Infelizmente foi cancelada a prova, acredito ter sido por precaução.
Bom, como diz o ditado: "Precaução nunca é demais", melhor assim.


Treino 2.2

Treino para 21k
Treino 2/3 da semana 2
15' Muito Leve
30' (2' Moderado / 1' Muito Leve)
20' Muito Leve



terça-feira, 19 de março de 2013

Treino 2.1

Treino para 21k
Treino 1/3 da semana 2
10' Muito Leve
1h Leve/Moderado (130 bpm)
10' Muito Leve
Treinamento aeróbio

9.4k em Copacabana e Ipanema (Orla)

Com a participação ilustre do Diego Moreira.

sábado, 16 de março de 2013

Treino 1.3 - longão

Treino para 21k
Treino 3/3 da semana 1
12k na zona de queima por 1:30
Treinamento aeróbio

Larguei do Arpoador e fui até a área ao sul do Rio Veneza, costeando o morro do Guaraú.

Treino agradável com temperatura branda.







segunda-feira, 4 de março de 2013

Color Run - Los Angeles












LAbanner13


Data: 02/02/2013 (Sexta-Feira)
Horário: 9:00
Local: Dodger Stadium - Los Angeles
Modalidades: Corrida 5 Km



Los Angeles Race Map

Dodger Stadium/ Chavez Ravine




Inscrição

Poucos dias depois de fecharmos nosso planejamento de viajem para a Califórnia  vi no Twitter que teria uma edição da Color Run em Los Angeles justamente nos dias em que estaríamos por lá. Dei pulos de alegria, pois estava de olho nesta corrida fazia tempo.

O Richard fez nossa inscrição no mesmo dia! Sabíamos que esta corrida seria mais por diversão pois não forneceriam chip de cronometragem, mas curtimos muito a ideia.




Retirada do Kit


Um dia antes da corrida fomos retirar o kit na loja Sports Authority. Eles montaram, além do espaço para retirada do kit, uma tenda com produtos da corrida (óculos, saias tutu, meias, bandanas, camisetas...tudo super colorido, é claro!). Pra animar ainda mais ganhamos um desconto para compras na Sports Authority exclusivo para aquele dia.


Chegando no hotel preferi deixar tudo pronto para não nos atrasarmos no dia seguinte, já que a idéia era sairmos cedo, pois não conheciamos o local da prova.

A parte mais legal do kit era o pó colorido que ganhamos para soltar no chegada (concentração)!


A Corrida

Tomamos um café da manhã rápido e seguimos para o Dodger Stadium. Durante o caminho pegamos um trecho totalmente parado e faltavam 30min para a largada – entramos em pânico. O Google Maps não nos dava outra rota, mas o Richard (com uma capacidade de localização incrível) arriscou outro caminho e deu certo. Quando avistamos o Stadium entendemos que aquele trânsito era por conta da corrida. Começamos a perceber que só nós estávamos aflitos e o povo todo rindo, na maior calma! Pensei, paciência né. Pelo menos tentamos!

Depois que estacionamos é que vimos que a largada era em ondas. Bufamos e rimos de nós mesmos. Espírito paulistano de ser – Tô atrasado, tô atrasado!!!

Tinha muita gente, mas muita mesmo. Nunca tínhamos visto nada parecido. Gente de todo tipo, animadíssimos, um mais engraçado que o outro. Tinha um cara com uma cabeça de unicórnio (animador da corrida), as meninas super criativas com suas saias tutu e meiões coloridos, perucas de todo tipo, mustaches. Tinha até uma noiva (de vestido e tudo), com o noivo e os noivinhos – estavam fofos. Além da criançada e dos vovôs e vovós que também estava super presentes e se divertiram muito. É uma corrida pra toda a família.

Dada a largada = começa a diversão!!!



A marcação do 1ºKm foi uma explosão de cor azul (não tinha idéia que ficaria com esta cor dentro do meu nariz, orelha e cabelo por 3 dias). O ritmo diminuiu, as pessoas riam umas das outras, tiravam fotos e rolavam no chão.



As próximas explosões foram Amarela, Laranja, Rosa e a última a mistura de todas elas – momento onde todos se reuniram em frente ao palco, com muita música rolando, e jogaram para cima o pó que ganharam no kit. Uma nuvem de cores ao som de FUN – We are young – de arrepiar!!!



Foi nessa hora também que acabei “comendo”, literalmente, o pó azul. Daí o resultado da foto.




Antes de ir embora trocamos as camisetas para não sujar o carro mas não adiantou:





Uma pena que nosso Runkeeper não funcionou totalmente. Deve ter perdido o sinal do GPS várias vezes. Mas valeu mesmo assim. Foi pura diversão!

Em Dez./12 tivemos uma edição no RJ e no site thecolorun.com diz que em breve teremos em SP. Certamente nosso time estará lá!!

Ah, chegando em São Paulo ainda saía pó colorido das camisetas (que estavam em uma sacola – isoladas). Tentei uma técnica para segurar a cor mas não rolou. Lavei  ficaram, quase, branquinhas novamente!!

Por Milena Araujo


sexta-feira, 1 de março de 2013

Circuito das Praias 2013 - Etapa 1 - Peruíbe


Capacitação, imprudência, negligência e comprometimento. 
Fundamentos para a organização social.

Desde de domingo estou pensando em como juntar todos estes substantivos em um post de corrida!

Iniciarei pela morfologia das palavras:
Capacitação: Ato ou efeito de capacitar(-se), tornar capaz, tornar habilitado; habilitação, aptidão.
Imprudência: Falta de virtude que faz prever e procura evitar as inconveniências e os perigos; cautela, precaução.
Negligência: Falta de cuidado, de aplicação, de exatidão, de interesse, de atenção; descuido, incúria, displicência, desatenção, desleixo, desmazelo, preguiça.
Comprometimento: Ato de arcar com um compromisso feito a alguém, se utilizando de regras propostas a fim de se alcançar a exatidão do ato ou ação.
Organização social: é o conjunto de relações entre membros de um grupo, entre grupos ou entre pessoas e grupos.

Desde nossa última corrida, há praticamente um mês atrás, decidimos colocar esta prova em nosso calendário. 

Já tínhamos corrido a prova no ano anterior. Por ser uma corrida na praia, na cidade onde morei, onde na prática moro e corro quase todos os fins de semana, apoiei como uma boa prova para nossa agenda. Quem sabe este ano completemos o circuito das praias inteiro e não apenas em Peruíbe?!?

O Kaká foi o primeiro a se inscrever. Na última prova ele demorou para se inscrever e foi na pipoca, isto é: sem o direito de ganhar a medalha de finisher! Acredito que o espírito Mutley o atacou. Quem não se lembra, Mutley era aquele vira-lata que na "Esquadrilha Abutre", ao lado de Dick Vigarista, ostentava as medalhas para pegar o "pombo". 

No mesmo dia me inscrevi, o Richard e a Milena estavam de férias e se inscreveram assim que retornaram.

Fomos para Peruíbe na sexta. Viagem estressante devido a tragédia ocorrida em Cubatão, a 56 quilômetros de São Paulo, onde uma forte tempestade deixou mais de 230 desabrigados. A Lucia, que ministra aula na Universidade UNAERP, após 5 horas de trânsito, teve que permanecer no Guarujá até sábado devido ao caos.

No sábado a tarde chegaram o Kaká e a Mara. Eu, a Lucia, o Richard e a Milena já estávamos em Peruíbe na casa de meus pais, juntamente com a família inteira. Coincidentemente foi aniversário do meu irmão que comemorou com churrasco no sábado.

Lá pelas 17h, meu sobrinho, enteado do meu irmão pediu: "Tio vamos andar de skate?". 

Eu, que adoro andar, aceitei e sequer pensei na semana anterior onde havia tomado um tombo que fiquei digamos "descadeirado". Até aí nenhum problema pois sempre soube que cair no skate é normal e é por isso que sempre estou com equipamentos de segurança, que diminui os traumas, porém não os eliminam. Dito e feito, logo no começo do passeio, fui manobrar e por não estar com o tênis adequado, torci o pé que na hora ficou super inchado. Para não frustrar o menino, andei mais uns 10 minutos e retornei para casa.

Chegando em casa comecei a fazer gelo, e a galera já ficou super preocupada, imaginando que minha corrida não fosse mais acontecer. Eu também cheguei a duvidar e pensei: "Poxa que irresponsabilidade, eu me comprometi com a equipe e vou ter que correr amanhã!".

Tínhamos como meta subir o pace do Bruno e da Milena para planejar a maratona de revezamento que pretendemos fazer em maio deste ano, mas para isso precisamos capacitar a todos. Não pude aceitar que uma imprudência ou até uma negligência minha estragasse a prova. Por isso fui tratar dos problemas agudos trazidos na lesão. Muito gelo, compressão e superação.

Acordamos às 7h, e por incrível que pareça meu tornozelo havia desinchado. Comemos e fomos para a prova. Pegamos o Kit e em poucos minutos a largada já havia sido dada. Nesta hora o sol já estava forte, cerca de 29ºC. Largamos em dois grupos: eu e o Kaká na frente, o Richard e a Milena em seguida.

Conforme planejado, mantivemos uma velocidade de 9 km/h enquanto o casal manteve 8,5 km/h.

O circuito foi de quatro pernas de 2,5 km (asfalto - praia - asfalto - praia). A primeira perna concluímos com tranquilidade. Hidratamos, e seguimos pela praia onde tinha uma brisa muito boa que amenizava a temperatura. Quando terminamos a segunda perna e entramos no asfalto fiquei preocupado, o "bafo quente" foi intenso, muito calor!!!

Ao passar pela chegada dos 5 km, peguei um carboidrato com a Lucia e seguimos em frente. 

Após dois minutos, a Milena concluiu e o Richard continuou. Primeiro objetivo atingido: a Milena conseguiu manter 8,5km/h de velocidade média.

No sétimo quilômetro, estávamos sentindo a temperatura. Perguntei ao Kaká como ele estava e ele respondeu, "De boa". Nesta hora o Richard já estava nos alcançando, ele teve que subir a velocidade e "tirar" os dois minutos que nos separava, isso deve ter sido bem difícil.

Agora faltava somente 2 km, hidratamos e continuamos até o fim da prova, e as meninas nos esperavam na chegada.

Diversas pessoas passaram mal, SAMU na chegada, mas conosco tudo bem. 

Prova finalizada e missão cumprida!!!

O Bruno (Kaká) nos surpreendeu, e nos deixou tranquilos em relação ao seu treinamento para a Maratona que temos como desafio. Agora precisamos treinar o Daniel, que correrá conosco amanhã na USP e semana que vem na Adidas Circuito das Estações 2013 - Pacaembu.

Também gostaria de aproveitar o assunto, e dizer que lamento profundamente pela morte do garoto boliviano por um sinalizador. Por negligência da polícia boliviana, que diz ter vistoriado os torcedores; negligência do clube San José, que deveria garantir a segurança do evento; pela Conmebol, que não proibiu fogos de artifícios dentro dos estádios e pela imprudência de um torcedor alvinegro ao usar um equipamento que deveria ser usado em alto mar. Espero que os administradores esportivos e nossos governantes tivessem o comprometimento de organizar e nos dar segurança em eventos esportivos. Assim como fez a Inglaterra após a tragédia do Estádio do Heysel que resultou na proibição das equipas britânicas participarem em competições europeias por um período de cinco anos.

Sem esquecer do incêndio na madrugada do dia 27 de janeiro, que deixou mais até o momento 240 mortos em Santa Maria (RS). Por pura imprudência e negligência dos organizadores.

Foi uma lição que deveríamos aprender, afinal de contas temos Copa do mundo e olimpíadas chegando no Brasil. PAZ NO ESPORTE!!!

Fotos:



Equipe de suporte: Lucia e Mara

Retirada do Kit

Largada


Chegada Milena

Richard 5 km


Mauro e Bruno 5 km

Chegada Mauro, Richard e Kaká 10 km


Medalha!!!


Mauro


Richard, Bruno e Mauro


Equipe voltando para casa
Runkeeper Milena

Runkeeper Richard


Runtastic Mauro